Quem sou eu

Minha foto
Campinas, SP, Brazil
menina/mulher, amiga, namorada, esposa, psicóloga, mãe e escrevo nas horas vagas. Descrever-me não adianta, você sempre terá a sua opinião. Eu sou aquilo que você pensa que eu sou. Seja verdade ou não, é a sua verdade. http://twitter.com/talitanlopes

19 novembro 2012

Armando...


Decidi me armar, evita sofrer.
Várias vezes fiz isso e talvez tenha evitado viver algo bom, mas pelo menos não me feri.
Esse tal idealismo que eu busco, é só IDEAL mesmo! Ele não existe, nunca vai acontecer.
Cansei de procurar algo que talvez não exista no mundo dos seres humanos.
O problema seria eu? Ou a maneira como dão, não é a maneira com que eu preciso receber?
Vejo minha conta sempre negativa, deposito atenção, tempo, preocupação, carinho, serviço e quando eu necessito fazer um saque, noto que minha conta está sempre negativa. Eu nunca consigo estancar.
Sinto meu coração dolorido e não sei como curar. Remendei várias vezes, mas as costuras estão gastas e eu quero reformá-lo. Reformando, colocarei ferro bem forte no portão. Acho que também cabe colocar interfone, cerca elétrica e cachorros bem bravos. Só a minha decisão será capaz de desmontar esse sistema de segurança.


Coração que Sangra
A VIDA ME PREGOU MAIS UMA PEÇA
POR ESSA EU NÃO PUDE ESPERAR
TUDO O QUE SONHEI DESMORONOU
HÁ ANOS QUE EU VIVO EM CAVERNAS
E NINGUÉM NUNCA NOTOU
SORRISOS QUE SE FORAM COM A DOR
MAS EU NÃO VOU MORRER AQUI
DEUS ME PROMETEU ASSIM
VOU CLAMAR ATÉ QUE O CÉU SE ABRA SOBRE MIM

COM TEU PODER VEM ME CURAR
COM TUA MÃO CICATRIZAR
ESSE CORAÇÃO QUE CHORA E SANGRA,
SANGRA, SANGRA SEM PARAR
CURA-ME, LIBERTA-ME, RESTAURA-ME, SACIA-ME
SOU COMPLETAMENTE TEU SENHOR
NÃO IMPORTA O QUE A VIDA ME CAUSOU

VOU TE ADORAR OH DEUS COM TODA A FORÇA EM MIM
TROCA MEU CORAÇÃO PELO TEU
RESSUSCITA-ME

25 setembro 2012

Pra você meu grande amor, MINHA PESSOA, Dú.
Sei
Nando Reis
Sabe, quando a gente tem vontade de encontrar
A novidade de uma pessoa
Quando o tempo passa rápido
Quando você está ao lado dessa pessoa
Quando dá vontade de ficar nos braços dela e nunca mais sair
Sabe, quando a felicidade invade
Quando pensa na imagem da pessoa
Quando lembra que seus lábios encontraram outros lábios de uma pessoa
E o beijo esperado ainda está molhado e guardado ali...em sua boca
Que se abre e sorri feliz quando fala o nome daquela pessoa
Quando quer beijar de novo muitos lábios desejados da sua pessoa
Quando quer que acabe logo a viagem que levou ela pra longe daqui
Sabe, quando passa a nuvem brasa arde o corpo, sopro do ar que trás essa pessoa
Quando quer ali deitar, se alimentar e entregar seu corpo pra pessoa
Quando pensa porque não disse a verdade
É que eu queria que ela estivesse aqui
Sabe, quando a felicidade invade
Quando pensa na imagem da pessoa
Quando lembra que seus lábios encontraram outros lábios de uma pessoa
E o beijo esperado ainda está molhado e guardado ali... em sua boca
Que se abre e sorri feliz quando fala o nome daquela pessoa 
Quando quer beijar de novo muitos lábios desejados da sua pessoa
Quando pensa porque não disse a verdade
É que eu queria que ela estivesse aqui
Sei, eu sei.

13 setembro 2012

Minha VÉINHA

Você foi a mulher mais da hora que eu já conheci.
Você foi capaz de vender seus próprios cabelos, lindos e pretos, pra que a comida não faltasse na mesa de seus filhos. O cabelo, símbolo da feminilidade. Pra você que sempre foi tão vaidosa, imagino como foi doloroso, mas o importante era a família e seu bem estar.
Pra salvar um filho de uma surra, entortou uma de suas pernas, quando ele caiu em cima de você. Ao invés de praguejar contra seu filho, o amparou e esqueceu-se de sua própria dor.
Quem disse que você tinha que cuidar de netos? A sua parte já havia sido feita, seus filhos criados e adultos, mas você foi além. Muitas avós não pensam como você.
O seu cuidado comigo foi tão grande, de tanta importância. Quando ninguém mais se importava e simplesmente tentava esquecer, você foi ao meu encontro. Sem saber o que se passava, Deus tocou fortemente no seu coração e te enviou a mim. Por sua causa estou VIVA hoje, pelo seu cuidado eu posso andar, eu posso respirar.
Você sempre foi intensa, no seu falar, no seu amar. Esse amor as vezes interpretado como “violência”. Lembro-me que nunca deixei de ganhar um abraço bem apertado, um beijo estalado e uma bela mordida na bochecha. Seus ditados me fazem rir, as vezes rimas que você mesma fazia, soa tão engraçado. A todo o momento me lembro deles e isso me faz bem.
Obrigada por ter me ensinado a amar a Jesus de um jeito tão simples, eu ainda quero ser essa mulher de oração que você foi. Jesus era o seu melhor amigo, era tão nítido! O mais impressionante é você nem saber ler pra que ficasse pertinho dEle, bastava conversar todos os dias. Sua família chegou até onde chegou porque as suas orações nos sustentavam. Não sei como será agora!
Só tenho lembranças boas de você, mesmo tendo ciência dos muitos momentos em que eras chata, ranzinza, implicante, mas até disso eu consigo rir.
Eu te amarei pra sempre, mas te digo que agora a dor está bem grande e você não está aqui pra dizer: “Fica na paz querida, vai dar tudo certo!”. Sabe que as vezes eu consigo sentir o Espírito Santo de Deus acariciando o meu coração, me dando as mãos e cuidando de mim? É até estranho tudo isso. Porque há horas em que eu quero rir e há horas em que eu quero chorar, mas ainda não sei lidar com tudo isso!
Vai demorar um tempão pra eu te ver e é isso que dói, não poder ir lá na sua casinha e me sentir a neta mais especial de todas as galáxias.
Deus nos reservou um lugar e um tempo para o reencontro, espero ansiosamente por esse dia, em que nós duas vamos correr e dar AQUELE abraço gostoso, vários beijos, mordidas e puxões de cabelo.
Eu te amo minha Véia linda, minha vó, minha OH LINDA, você estará pra sempre na minha memória e coração!

13 maio 2012

Passado...

Embora tanto tempo tenha se passado, as feridas curadas e necessidades emocionais supridas, volta e meia o passado bate à porta relembrando e revivendo. Passado este que sempre vêm acompanhado de sentimentos ruins, cobranças e rejeições. O medo da ingratidão paira o tempo todo, por isso a humilhação é necessária. Talvez não haja amor, talvez haja um querer de idolatria, e quem poderá suprir? Essas feridas de rejeições voltam e não se vê cura disponível. Pra que se humilhar se essa via é de uma mão só? Talvez não valha mesmo a pena, por isso segue-se cada qual no seu caminho, uns permitindo serem curados, outros simplesmente vivendo na amargura de uma vida cheia de feridas.

02 abril 2012

...aonde quer que eu vá, levo vocês...



Gosto de tirar fotos pra lembrar momentos, pra sentir novamente tudo aquilo que eu vivi na imagem que registrei.
Ah aquelas cores, aquelas pessoas, aqueles lugares são legais de serem vistos novamente. Quase consigo sentir o cheiro do lugar e quando fecho os olhos consigo visualizar todos os detalhes, até aqueles que não estão na imagem.
Como é gostoso relembrar alguns momentos que para alguns podem até não ter expressão, mas para mim significam demais. Gosto de olhar os rostos de alguns que talvez nem estejam mais aqui ou que estejam vivendo longe, mas que um dia fizeram parte de algum momento da minha história.
Passo foto por foto e dependendo da imagem o coração chega a palpitar, e as vezes as lágrimas também começam a brotar. Sentimentos saudosos sempre são bem vindos, porque a gente só sente saudade daquilo que foi bom ter vivido.
Meu sonho é um dia sentar no chão com meus futuros netos e contar histórias sobre as fotos que tirei, sejam elas engraçadas, emocionantes e porque não com uma pitada de “moral”?
Quero muitas mais fotos, e quero poder olhar uma a uma e reviver todos os momentos, sentir os abraços, os olhares, os cheiros, e todas as emoções que uma foto “bem tirada” pode causar!

.....“aonde quer que eu vá, levo vocês no olhar”....

09 março 2012

tudo de novo




Sabe aquela saudade que vem de repente e tira o ar?
Saudade de algum tempo, de alguma coisa, de alguém que não dá pra descrever.
Mas quem sabe esse tempo, esse algo, esse alguém só foi aquilo que eu imaginei, nunca foi real. Essa saudade se torna destrutível, porque imaginações e idealizações não dão a certeza do vivido, do experimentado, da realidade.
Sessões intermináveis de nostalgia profunda, mas isso não significa que não há nada novo, que não há mais nada para se viver, é só uma saudade. Mas é só mesmo?
Tudo o que passou foi bom, foi ótimo. Ok, tudo bem, eu posso ter supervalorizado alguns momentos, algumas coisas e pessoas, mas é meu por direito essa escolha.
Talvez essa “prisão” não me deixe enxergar o verdadeiro valor do HOJE, o quanto eu ainda sentirei saudade desse HOJE por não aproveitá-lo como deveria, como poderia. Mas e daí? Vai ser sempre assim mesmo.
Volta e meia olharei pra trás e sentirei falta de tudo, de todos, DE NOVO.

29 janeiro 2012

Tudo misturado em uma AMIZADE



Sete anos desde o primeiro encontro. Como imaginar 21 jovens de todas as partes do país, de diferentes idades, culturas de todo tipo, JUNTOS durante um ano e 24 horas por dia? Fizemos amizades eternas, laços difíceis de serem quebrados. Mas é claro que nem todo mundo persistiu ao teste do tempo e da distância, e alguns simplesmente escolheram não ter mais esses laços, mas lamento por quem não quis investir em algo tão bonito e legal.
Ainda somos bem diferentes, seguimos caminhos seguros, outros mais perigosos, outros se perderam no meio da caminhada, mas em algum lugar temos nosso ponto de encontro. Esse sentimento de pertencer a um grupo único, e diferente ao mesmo tempo é surpreendente e me faz sentir especial.
Entra ano e sai ano, e quando nos encontramos a festa é tão grande e conversamos como se nunca tivéssemos nos separado. Novas pessoas foram se achegando e os “novos” integrantes, aqueles que se casaram, foram adotados por nós e nós por eles. E ainda bem que conseguiram entender o que é querer estar junto.
Alguns pensaram que a música era o que nos unia, ela sempre foi presente, mas ela não seria capaz de fazer de fazer tudo isso por nós. Deus é aquele que nos une, e mesmo que alguns neguem isso, é sempre nítido ver.
A gente conversa sobre coisas sérias, a gente ri da cara um do outro, a gente inventa novos dialetos que só nós conseguimos entender, a gente fala sobre o amor de Deus e brinca um com o outro como se ainda tivéssemos dez anos de idade. E só é capaz de entender isso tudo, quem viveu o que nós vivemos, quem passou pelo que passamos, quem pregou do amor de Cristo da maneira como pregamos e quem amou o que nós AMAMOS.

14 janeiro 2012

Já se foi



Você roubou muitas coisas importantes de mim.
Por sua causa eu não acredito que as pessoas ficam. Por sua causa a minha confiança em tudo e todos foi abalada pra sempre. Talvez eu fosse alguém diferente hoje.
Quantas coisas eu deixei de aproveitar e viver porque você foi egoísta demais.
Por um tempo agarrei forte no abraço e nas mãos daqueles que em meu caminho passavam, mas daí eu me lembrava de que elas poderiam me machucar e me deixar, então eu as deixava como se elas nunca mais fossem voltar ou até mesmo ficar. E por causa disso algumas nunca souberam da importância que tiveram.
Por muitos anos eu vivi em cavernas, escondida, sem que ninguém soubesse o que ia aqui dentro, porque eu nunca confiei em ninguém pra simplesmente chorar.
Vivo no medo, sempre imagino tudo mudando repentinamente, as pessoas indo embora, o mundo caindo sobre mim.
Quantos sonhos lindos eu destruí, quantas vezes eu chorei e pedi pra que a minha existência simplesmente fosse banida. Quantas vezes eu peguei toda a responsabilidade das suas atitudes e atribuí a minha existência? Você procurou saber como eu me sentia? Você me pediu perdão pelo estrago feito? Como eu poderia continuar a viver se você destruiu tudo?
E depois, você simplesmente retorna querendo que tudo seja como imaginou que seria, todos devem se curvar a você. Mas quem disse que você teria o direito de sonhar e idealizar, você não merece. Pra sempre colherá aquilo que plantou, nunca será plenamente feliz ou terá sentimentos de plenitude.
Não importa o que a vida me causou, tomei e continuarei tomando atitudes diferentes das que foram as suas, talvez isso se torne uma busca incessante de ser totalmente diferente de você, mas o que importa? Você nunca saberá.
Por quantas vezes agüentei calúnias, desprezo e olhares de repulsa por sua causa? Aonde estava você pra me defender e tomar partido por mim? Aonde estava você quando uma das coisas mais importantes da vida de uma mulher aconteceu? Aonde você estava quando simplesmente queria um colo e alguém pra contar das minhas alegrias e descontentamentos?
A cura até que demorou pra chegar, mas enfim ela me deu o ar de sua graça. Não me culpo mais pelos erros que VOCÊ cometeu, mas isso nunca te dará o direito de me cobrar de qualquer coisa que for, você não tem créditos, sua conta estará sempre no negativo. Mas enfim, seguindo vou!