Quem sou eu

Minha foto
Campinas, SP, Brazil
menina/mulher, amiga, namorada, esposa, psicóloga, mãe e escrevo nas horas vagas. Descrever-me não adianta, você sempre terá a sua opinião. Eu sou aquilo que você pensa que eu sou. Seja verdade ou não, é a sua verdade. http://twitter.com/talitanlopes

13 maio 2012

Passado...

Embora tanto tempo tenha se passado, as feridas curadas e necessidades emocionais supridas, volta e meia o passado bate à porta relembrando e revivendo. Passado este que sempre vêm acompanhado de sentimentos ruins, cobranças e rejeições. O medo da ingratidão paira o tempo todo, por isso a humilhação é necessária. Talvez não haja amor, talvez haja um querer de idolatria, e quem poderá suprir? Essas feridas de rejeições voltam e não se vê cura disponível. Pra que se humilhar se essa via é de uma mão só? Talvez não valha mesmo a pena, por isso segue-se cada qual no seu caminho, uns permitindo serem curados, outros simplesmente vivendo na amargura de uma vida cheia de feridas.